Normalmente, as crianças entre 2 e 3 anos passam por essa transição do berço para a caminha. Porém, também há quem mude com menos tempo. É importante perceber quando o pequeno (a) está pronto para esta mudança agindo com calma, pois é algo natural. 

Perceba se a criança está saindo muitas vezes do berço, isto é um indicador que ela está madura para dormir em uma cama própria. Mas não faça comparações, entenda que cada criança é uma criança mesmo com a mesma idade, cada uma delas, possui seu próprio tempo de amadurecimento e o papel dos pais é lhes passar total segurança.

É uma transição, algo gradativo e feito com paciência, assim como o momento de parar de usar fraldas, tirar a chupeta, mamadeira, entre outros.

Algumas dicas:

1)    A criança pode contribuir com a escolha da caminha dependendo de sua idade. Isso se torna algo divertido e novo para ela. Fazer uma surpresa para o filho também é uma ideia que funciona muito bem.

2)    Quando for apresentar a nova cama, acessórios, etc, faça de uma forma divertida. Use a criatividade para colocar os brinquedos dele, pelúcias, balões coloridos!

cama criança

3)    A comunicação é muito importante, converse com o pequeno (a) antes da mudança, mostrando todos os benefícios. A forma como apresenta isso fará diferença para ele, evitando medo e insegurança.

4)    A ideia não é de “comprar” o filho com presentes, mas nestes casos, de fases novas, muitas vezes um companheiro ou companheira na hora de dormir na nova caminha é uma amiguinho (a) para ajudá-lo com a mudança. Pode ser um brinquedo novo, um antigo que ele goste muito, ou mesmo uma surpresa com algum personagem que ele gosta.

grade de cama

5)    Verifique sempre que a cama nova não trará problemas, como acidentes. Evite quedas preparando bem a nova caminha, pois a criança não está acostumada a ficar tão livre assim. Se houver uma queda, a criança terá mais dificuldade de permanecer na cama, gerando medo de acontecer de novo, o que prejudicará esta transição. Use grades de proteção, talvez uma bicama deixando a cama de baixo aberta, aproveite as almofadas grandes, travesseiros, colchonetes no chão, dos 2 lados se a cama precisar.

fotos para site

6)    Uma dica de algumas mamães é que as crianças durmam 30 minutos mais tarde do que costumam, pois toda novidade as deixa agitadas, e pode ser que saiam da cama com facilidade várias vezes sem vontade de descansar.

7)    Agora a rotina mudou, provavelmente antes da caminha já existia uma rotina desde que era bebê: banho, mamadeira, berço. Agora é diferente, e ele precisa entender disso. Pode ler uma historinha na cama antes que ele durma, mas ainda assim, é hora de dormir e isso precisa ficar claro com paciência e amor até que ele se acostume com a nova rotina.

ler historinhas

8)    Nas primeiras saídas da cama, se acontecer, a criança pode querer sentir segurança que a mamãe está por perto, então nos primeiros dias fique próxima ao quarto para que ele ou ela vejam que está ali.

9)    Não há necessidade de trancar a criança no quarto, isto pode aumentar a sua insegurança e medo na nova cama, sendo algo negativo e não positivo. Os pequenos precisam ficar na cama por ser um lugar tranquilo e seguro para eles, não porque são trancados e obrigados a ficar.

Com amor, calma e paciência, seus filhos passarão por esta fase com sucesso. Dê tempo ao tempo.

E essa foi a nossa dica para fechar a semana com chave de ouro mamães!

Até a próxima.

banner_servicos_v4