b111

Prático, o micro-ondas é um dos eletrodomésticos indispensáveis na vida das famílias e principalmente de quem mora sozinho. Contudo, para que ele dure mais e não seja protagonista de acidentes domésticos, é preciso ficar de olho em algumas regras básicas de uso. Veja a seguir o que não pode ir ao micro-ondas, mas que com certeza você já deve ter levado:

– Copo com água: Esquentar um copo com água no micro-ondas é uma prática comum, mas que não é tão inofensiva quanto parece. Dentro do eletrodoméstico, as moléculas de água são aquecidas por igual, mas as bolhas de ar presentes na lateral do recipiente não saem do lugar. Com isso, basta uma movimentação mínima para que as bolhas se desprendam, causando uma explosão do líquido.

– Ovo: Alguns alimentos não combinam com o micro-ondas, colocar um ovo inteiro além de perigoso, pode resultar em um eletrodoméstico todo sujo por dentro. A alta temperatura aumenta a pressão dentro do ovo, o que pode fazer com que ele exploda.

– Alimentos com casca fina: Batata, tomate e salsicha são alimentos com casca fina que retêm o vapor quando cozidos no micro-ondas. Se usar o eletrodoméstico for a única opção, a dica é perfurar a casca para facilitar a saída do vapor.

– Comida seca: Alimentos com pouca umidade, como pão ou bolos, também não devem ficar muito tempo no forno, porque inflam, e podem se despedaçar-se.

Diferente do que muitos pensam, não é todo recipiente de plástico e acrílico que pode ir ao micro-ondas. A recomendação vale, também, para isopor, papel alumínio, metal e louças com detalhes em dourado ou prateado. Por se tratar de um eletrodoméstico prático e de fácil manuseio, todo cuidado é pouco, principalmente quando se tem crianças em casa, pois elas podem repetir o ato e causar algum acidente doméstico.

Atente-se!

 

 

 

 

banner_servicos_v4