Todo dermatologista recomenda o uso do protetor solar até mesmo dentro de casa, em dias frios e nublados ou mesmo chuvosos. Pensamos que o sol não está lá, mas ele está mesmo não aparecendo.

Costumamos achar que o filtro deve ser usado somente em exposição a raios solares (UVA e UVB), porém, nos esquecemos de que também protege contra qualquer fonte de luz, como lâmpadas ou equipamentos eletrônicos emissores de radiação.

Inclusive, alguns estudos recentes demonstram que cânceres de pele sem melanoma estão aumentando entre a população jovem adulta, especialmente nas mulheres.

Radiações:

Em nosso dia a dia ficamos expostos as radiações UVA e UVB, além dos raios infravermelhos. Entenda melhor.

– UVA é uma radiação emitida no momento que o sol nasce até quando este se põe.

– UVB é uma radiação com maior incidência entre “10h00 e 16h00”

O Computador, que é um dos grandes itens utilizados no trabalho da maioria das pessoas emite radiação de luz ultravioleta, ou seja, esta radiação atinge nossa pele e produz envelhecimento.

2

Algumas Dicas:

1)      Quanto usar e como usar?

O recomendável é reaplicar no rosto pelo menos de 1 a 2 vezes por dia. Por exemplo: coloca de manhã e mais uma vez no almoço.

A quantidade indicada seria de uma colher de sobremesa do produto.

2)      Cosméticos: Alguns itens que podem reforçar e ajudar a proteger a pele são cosméticos como pó ou base que tenham protetor solar para serem aplicados por cima do protetor solar, claro.

3)      FPS: Outra dica importante é utilizar FPS mínimo de 30 para peles claras e 15 para peles escuras.

4) Alternativas: E para quem não se acostuma a usar o protetor, pode testar diversos tipos como spray, aerossol, mousse, gel, loção, creme ou mesmo pó. Para peles oleosas existem vários bem sequinhos que além de tudo, possuem cor para servir como uma base para o dia a dia.

Não tem desculpa, vamos proteger a pele diariamente e assim retardar o envelhecimento da nossa pele meninas!

banner_servicos_v4