A Dona Resolve também pensou nos amantes de doces, afinal nada melhor do que uma sobremesa, após desfrutar de uma ceia maravilhosa, não é mesmo?

117

https://www.shutterstock.com

Assim como existem diversos pratos típicos salgados, também existem várias receitas e tradições de sobremesas natalinas, uma delas é o panetone.

A palavra panetone (do italiano panettone) tem sua origem no vocábulo milanês panatón ou panattón, de origem e significados controversos. Por outro lado, pode-se deduzir que a origem do termo panettone se deva à contração entre o diminutivo da palavra “pão” (do italiano panetto) com o superlativo da mesma palavra (do italiano panone), isto é, panetto + panone = panettone

O panetone é um alimento tradicional da época de Natal, de origem milanesa, do norte da Itália. Várias lendas tentam explicar a sua origem. O pão doce de natal possui fragrância discreta de baunilha e recheio de frutas secas, tais como damasco, laranja, limão, figo, maçã, cidra e a uva passa.

Com o passar do tempo a receita sofreu diversas alterações e em uma delas surgiu o Chocotone, onde ao invés de utilizar como recheio as frutas secas, utiliza-se gotas de chocolate, deixando a receita tão gostosa quanto a original.

receita-de-panetone

https://www.shutterstock.com

Outra receita tradicional do Natal são os biscoitos de gengibre e mel. Diversas histórias tentam explicar a real origem dessa receita, os ingredientes principais dos “pequenos homenzinhos natalinos”. Uma delas remete ao século 15, na Europa, onde já havia a tradição de construir casas e bonequinhos de pão de mel – fato que inspirou, séculos mais tarde, os irmãos Grimm a criarem o famoso conto João e Maria.

Outras histórias atestam que os biscoitos natalinos foram criados nesta mesma época, por monges que tinham acesso aos ingredientes principais para criar os bonecos. Já outra corrente de pesquisadores aposta em uma versão inglesa, em que a rainha Elizabeth I, em uma de suas festas, disse aos cozinheiros para confeccionarem pequenos homens com o rosto de cada convidado.

O que se sabe, com certeza, é que o um tipo rudimentar de pão de mel já existia por volta do século 10 e era consumido na região que hoje pertence ao território russo. Chamado de “pryaniki”, o bolo era constituído de uma mistura de farinha, mel e suco de frutas.

Além de homenzinhos, os biscoitos podem ser feitos em diversos outros formatos, como pinheiros, estrelas, sinos, ursinhos, cabos de guarda-chuva, cupcakes e decorados com glacê colorido, fondant e outros confeitos.

biscoitos-de-gengibre-e-mel

https://www.shutterstock.com

 Diversos outros doces são servidos na ceia de Natal como pavês, mousses, tortas, manjares de coco com caldas de frutas, gelatina colorida, rabanada, além de frutas tradicionais.

Aprenda a fazer algumas das deliciosas doçuras natalinas:

Cheesecake de limão com frutas vermelhas

cheesecake

http://claudia.abril.com.br/

Ingredientes

  • 2 xícaras de chá de água
  • 1 envelope de gelatina em pó branca
  • 200 g de biscoito de chocolate moído
  • 60 g de manteiga derretida
  • Óleo para untar
  • 300 g de cream cheese em temperatura ambiente
  • 200 g de iogurte natural
  • 1 lata de leite condensado
  • Casca ralada e suco de 3 limões-sicilianos
  • 3 colheres de sopa de gelatina de morango
  • 1/2 xícara de chá de amora
  • 1/2 xícara de chá de morango cortado em quatro com as folhas
  • Sementes de 1 romã

Modo de preparo

Em um refratário, polvilhe em 1/2 xícara de chá de água a gelatina e deixe descansar por 2 minutos. Leve ao fogo, em banho-maria, até dissolver. Reserve.

Em uma tigela, misture o biscoito com a manteiga. Cubra com papel-manteiga o fundo de uma forma de abrir, de 22 cm de diâmetro, com as laterais untadas com óleo. Espalhe no fundo a farofa de biscoito, pressionando-a.

Na batedeira, bata o cream cheese com o iogurte e o leite condensado por 2 minutos ou até obter um creme. Aos poucos, junte a casca, o suco de limão e a gelatina, mexendo sempre, até ficar homogêneo. Despeje sobre a massa de biscoito e leve para gelar por 3 horas ou até ficar firme.

Prepare a cobertura

Em um refratário, misture a gelatina de morango com 1/2 xícara de chá de água fervente, mexendo até dissolver. Adicione 1/2 xícara de chá de água fria. Leve para gelar, mexendo às vezes, por 40 minutos, ou até engrossar e ficar com consistência de clara de ovo. Despeje sobre a torta e leve à geladeira por 1 hora ou até ficar firme.

Desenforme, tirando o fundo da forma com a ajuda de uma espátula.

Sirva decorado com as frutas.

Torta de ganache com frutas vermelhas

torta-de-ganache-com-frutas-vermelhas

http://claudia.abril.com.br/

Ingredientes

  • 100 g de manteiga
  • 1/2 xícara de açúcar
  • 1 ovo
  • 1 xícara e meia de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de cacau em pó
  • 1/3 de xícara de amêndoa crua, sem pele, triturada bem fino no processador
  • 1/2 colher de chá de essência de baunilha

Para a ganache

  • 250 ml de creme de leite fresco
  • 180 g de chocolate meio amargo, com 60% de cacau, picado
  • 30 g de chocolate ao leite
  • 1/2 xícara de framboesa
  • Frutas vermelhas variadas, hortelã e chocolate em pó para decorar

Modo de preparo

Na batedeira, junte a manteiga com o açúcar e bata até obter um creme. Acrescente o ovo e mexa. Adicione a farinha misturada com o cacau, a amêndoa e a baunilha e misture até que a massa fique grudenta. Em uma travessa forrada com filme plástico, leve para gelar por 30 minutos.

Abra a massa e forre com ela uma fôrma retangular baixa, de fundo removível, de 10 x 34 cm. Fure-a com um garfo e leve ao freezer por 15 minutos. Cubra com papel-manteiga e preencha com grãos de feijão. Leve ao forno moderado (180 ºC), preaquecido, por 20 minutos.

Retire o papel com o feijão e reserve.

Prepare a ganache

Em uma panela, aqueça o creme de leite. Em uma tigela, regue os dois tipos de chocolate com o creme de leite. Espere dois minutos e mexa com um batedor de mão fazendo movimentos circulares até obter uma mistura homogênea.

Deixe amornar e despeje sobre a massa. Por cima, disponha as framboesas apertando ligeiramente para que fiquem encobertas pela ganache. Com uma espátula, alise a superfície. Leve para gelar por 30 minutos ou até ficar firme.

Sirva a torta decorada com frutas vermelhas, hortelã e chocolate em pó.

Brioche de Natal com maçãs e figo

brioche

http://claudia.abril.com.br/

Ingredientes

  • 3 gemas
  • 1/2 xícara de chá de vinho branco
  • 1 lata de leite condensado
  • 1/4 de xícara de chá de creme de leite
  • 1 brioche e meio, grande
  • 1 lata de figo em caldas
  • 2 maçãs vermelhas
  • Suco de 1 limão coado
  • Cerejas e figos em calda para decorar

Modo de preparo

Em uma tigela, coloque as gemas e o vinho. Leve em banho-maria e bata bem até ficar espumoso e começar a engrossar. Acrescente o leite condensado em fio e continue batendo até formar um creme e dobrar de volume. Junte o creme de leite e misture bem.

Unte com margarina e forre com papel-manteiga o fundo e as laterais de uma forma de 22 cm de diâmetro com aro removível. Corte o brioche em fatias de 2 cm de largura e corte novamente ao meio no sentido vertical. Escorra os figos e corte-o em fatias. Corte as maçãs em fatias finas e banhe-as no suco de limão.

Para montar

Na forma, intercale fatias de brioche, maçã e figo até completar toda a forma. Regue com o creme, cubra com papel-alumínio e asse no forno, preaquecido a 180 º C, durante 30 minutos. Deixe esfriar e desenforme. Decore com cerejas e figos em calda.

Desejamos um lindo e doce natal !

Fontes utilizadas: Wikipedia e Sites: viajeaqui.abril.com.br; bomsabor.com.br; claudia.abril.com.br


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/blogdonaresolve/public_html/wp-includes/functions.php on line 4339