1

“Meu filho dorme tarde!”, “ele acorda muitas vezes” são queixas comuns de muitas famílias. A criança maior encontra várias desculpas antes de ir para a cama, como vontade de ir ao banheiro ou de beber água, ver só mais um pouquinho de TV. Já o bebê fica choroso, pedindo colo. Geralmente é para chamar a atenção dos pais, principalmente se passam o dia longe do filho ou porque estão muito “ligado”.

Para conquistar um sono de anjinho é importante realizar a higiene do sono.

Esse termo significa criar uma ROTINA para conseguir  um sono mais tranquilo e duradouro.

– Evite eletrônicos (TV, tablet, games, celular…) e brincadeiras muito agitadas, assim com alimentos estimulantes (café, doces, etc), 2 horas antes da hora de ir dormir;

– Coloque pijama, leve para fazer xixi. Conte uma história, uma música ou oração, com a criança já deitada na cama ou berço, com pouca luz.

– Evite que durma no colo ou em outro ambiente, pois estranhará se acordar sozinha em sua caminha. Dividir a cama com os pais aumenta o risco de morte súbita em bebês.

– Cochilos devem ser evitados após as 17 horas, exceto para bebês muito novinhos. O ideal é que a criança durma cedo, entre as 19h e 21h, e descanse o tempo necessário para sua idade, para que possa consolidar tudo o que aprendeu no dia, liberar os hormônios do crescimento adequadamente, além de ajudar a regular o apetite e a saciedade.

Uma criança agitada, com dificuldade de concentração, ou até nervosa, pode ser reflexo de noites  mal dormidas.

A quantidade de horas de sono varia com a idade, como mostra a tabela abaixo:

foto-sono

Fonte utilizada:  Pediatra Marina Teramae do “Blog Recheio da Infância” – http://recheiodainfancia.com.br/

 

banner_servicos_v4